Aranha

Alguns Fatos
• São animais que causam pavor à maioria das pessoas, apesar de serem importantes aliados no combate às pragas.
• Apesar de serem nossas aliadas, podem nos atacar quando provocadas, ocasionando picadas doloridas.
• Existem mais de 35.000 espécies de aranhas ao redor do mundo.
• No Brasil temos mais de 8.000 acidentes por ano provocados por aranhas.

Informações Gerais
Podemos dividir as aranhas em três grupos importantes:

• Aranhas Caçadoras. São aquelas que entram em nossos imóveis em busca de alimentos, insetos principalmente. Exemplo deste grupo são as aranhas saltadeiras ou armadeira (Phoneutria sp.).
• Aranhas Construtoras de Teias. Essas teias podem estar fora ou dentro das construções. Utilizam suas teias para capturar suas vítimas. Exemplo deste grupo é a Viúva Negra (Lactrodectus curacaviensis).
• Aranhas Passivas. Esperam o aparecimento de suas vítimas para atacá-las. Podem estar dentro ou fora das edificações, mas sempre de forma escondida. Exemplo deste grupo é a Aranha Marrom (loxosceles sp).

Tamanho: 2 cm
Formato: Abdome esférico
Cor: Preto com um desenho vermelho no dorso.
Pernas: 8
Asas: Não
Antenas: Não

Taxonomia
Nome Comum: Viúva Negra
Reino: Animal
Filium: Arthropoda
Classe: Aracnidae
Família: Theridiidae
Gênero / Espécie: Lactrodectus curacaviensis

Dieta
As aranhas se alimentam de insetos e eventualmente de outras aranhas.

Habitat
Depende muito do grupo a que pertencem, entretanto são comuns tanto dentro como fora de nossas construções.

Impacto
A maioria das aranhas não causa impacto nenhum em nosso ambiente, entretanto as três aranhas citadas são conhecidas como aranhas peçonhentas, podendo ocasionar dores ou feridas difíceis de cicatrizarem. É importante identificar a aranha para em casos de crianças ou pessoas doentes ou idosas receberem o soro específico.

Aranha Marrom – Soro Antiloxoscélico
Aranha Armadeira – Soro Antiaracnídico
Viúva Negra – Soro Antilatrodéctico

Prevenção
• Manter limpos os jardins cortando gramados e a vegetação excedente.
• Manter fechados armários e gavetas, possíveis locais de abrigo.
• Em locais que fiquem fechados por longos períodos observar e remover teias ou aranhas escondidas.
• Não plantar bananeiras ou plantas em locais próximos ou encostadas a residência.
• Periodicamente inspecione as instalações para remoção de teias em locais altos ou em cantos escuros.

Medidas de Controle
É muito importante a adoção das medidas preventivas. Entretanto no caso de invasões constantes por aranhas, pode-se criar uma barreira de proteção no perímetro externo das edificações com a aplicação de uma pulverização de inseticida líquido em uma faixa de 30 cm de altura nas paredes em contato com o solo de jardins. Aplicar também na base de portais e janelas pelo lado externo usando um pulverizador. Em locais altos como beirais de telhados, a aplicação pode ser feita com pulverizador de longo alcance. Em forros de telhados, decks, porões e situações similares, pode-se aplicar o inseticida líquido no atomizador elétrico.